Eu morro, e isso também me dói.

…toda Idéia é irreal

toda paixão é irreal

para este povo separado há séculos

cuja leve sabedoria lhe basta para viver

e nunca o libertou.

Expor meu rosto

minha magreza…

Erguer só, a minha pueril voz

já não faz sentido

A covardia nos faz acostumar

a ver as atrocidades com a mais estranha indiferença.

Eu morro, e isso também me dói.

.                                                                                     Pier Paolo Pasolini

Advertisements
This entry was posted in Body. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s