Dirty Old town – The Pogues

Pog mo Thoin

Advertisements
Posted in Body | Leave a comment

TED Ideas Worth Spreading – Suzanne Simard

“A forest is much more than what you see,” says ecologist Suzanne Simard. Her 30 years of research in Canadian forests have led to an astounding discovery — trees talk, often and over vast distances. Learn more about the harmonious yet complicated social lives of trees and prepare to see the natural world with new eyes.

Posted in Soul | Leave a comment

Mapa Epistemo-Genealógico do Conhecimento Ocidental

Posted in Mind | Leave a comment

Galaxymphony – Interstellar Suite conducted by Antony Hermus

via:

https://www.youtube.com/channel/UC9-46WTiKvLyL6jrtkdmu3A

Posted in Body | Leave a comment

Photographers in Focus: Gregory Crewdson

Posted in Body | Leave a comment

Supereu

Superego, Supereu (Überich) designa na teoria psicanalítica uma das três instâncias dinâmicas do aparelho psíquico.

 

É a parte moral psique e representa os valores da sociedade.

 

O superego divide-se em dois subsistemas: o Ideal do ego, que dita o bem a ser procurado; e a consciência moral (al. Gewissen), que determina o mal a ser evitado[1][2].

 

O superego tem três objetivos:

  1. inibir (através de punição ou sentimento de culpa) qualquer impulso contrário às regras e ideais por ele ditados (consciência moral);
  2. forçar o ego a se comportar de maneira moral (mesmo que irracional)
  3. conduzir o indivíduo à perfeição – em gestos, pensamentos e palavras (ideal do ego)

O superego forma-se após o ego, durante o esforço da criança de introjetar os valores recebidos dos pais e da sociedade a fim de receber amor e afeição. Ele pode funcionar de uma maneira bastante primitiva, punindo o indivíduo não apenas por ações praticadas, mas também por pensamentos; outra característica sua é o pensamento dualista (tudo ou nada, certo ou errado, sem meio-termo)[1][2].

Os psicopatas têm um id dominante e um superego muito reduzido, o que lhes tolhe o remorso, sobressaindo a falta de consciência moral[4].

O superego nem sempre é consciente, muitos valores e ideais podem ser despercebidos pelo eu consciente.

Referências

  1. ↑ a b Pervin, Lawrence A.; Cervone, Daniel & John, Oliver (2005). Persönlichkeitstheorien. München: Reinhardt. ISBN 3-497-01792-2
  2. ↑ a b Carver, Charles S. & Scheier, Michael F. (2000). Perspectives on personality. Boston: Allyn and Bacon. ISBN 0 2055 2262 9
  3.  KUSNETZOFF, Juan Carlos. Nova Fronteira, ed. Introdução à Psicopatologia Psicanalítica1994 8ª edição ed. [S.l.: s.n.] ISBN 8520904327
  4.  «Rede psi – Complexo de Édipo e Orientação sexual». Consultado em 10 de março de 2009https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Superego

 

via

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Superego

Posted in Mind | Leave a comment

white light

Rebecca Louise Law

 

Mama Killa –
Rafael Varona

Posted in Soul | Leave a comment