ignoratio elenchi ___ $+$= #___

Falácia pode ser definida como erro de raciocínio, como argumento sem consistência lógica, que não tem, pois, validade para sustentar a conclusão afirmada. Uma falácia leva a tomar o falso por verdadeiro.

Quando cometida de forma involuntária, chama-se paralogismo e quando realizada de forma proposital, visando confundir o interlocutor, chama-se sofisma.
Os raciocínios falaciosos são tipificados no estudo da lógica em diferentes classes.

A depender do modo como são classificados, eles podem ser agrupados em duas categorias básicas:
falácias formais e falácias não-formais.
A primeira se refere à forma incorreta de concatenar as premissas para obter a conclusão.
A segunda se refere a uma falha semântica na assunção das premissas, por inadvertência ou ambiguidade linguística, gerando uma falsa conclusão com aparência de verdade.

via:

Euclides Mance, Falácias de Moro, Análise Lógica da Sentença Condenatória de Luiz Inácio Lula da Silva

Ignoratio elenchi é uma expressão latina pela qual também é conhecida a falácia da conclusão irrelevante ou pseudoconclusão. Esta falácia lógica ocorre quando o argumentador tira uma conclusão inválida das premissas apresentadas, mas assemelhada a uma conclusão que seria correto se extrair

Advertisements
This entry was posted in Mind. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s